PROCEDIMENTO

Marco aurélio lipay

CRM 73.891

Ressecção Trans Uretral de Próstata (RTUP)

 

É um procedimento minimamente invasivo, sob anestesia realizado em até 1 hora, utilizando uma microcâmera acoplada a um elemento de trabalho e um bisturi (monopolar, bipolar) ou laser, como fonte de energia. O Paciente fica hospitalizado por volta de 36 horas com uma sonda de drenagem da urina que normalmente é retirada no dia da alta hospitalar.

 

Este procedimento cirúrgico, minimamente invasivo, tem como objetivo remover parte da próstata hiperplasiada (aumentada de tamanho) que obstrui o fluxo urinário. Todos os fragmentos de próstata extraído são encaminhados para estudo no laboratório de anatomia patológica, exceto quando a fonte utilizada é o laser.

Ressecção Trans Uretral de Bexiga (RTUB)

 

É um procedimento minimamente invasivo, sob anestesia realizado em até 1 hora, utilizando uma microcâmera acoplada a um elemento de trabalho e um bisturi (monopolar, bipolar). O material extraído é encaminhado para o laboratório a fim de especificar se há ou não malignidade. O Paciente fica hospitalizado por volta de 48 horas e permanece com uma sonda de drenagem de urina que normalmente é retirada durante a internação.  Este procedimento cirúrgico tem como objetivo remover tumores de bexiga.

Litotripsia intra corpórea para remoção de cálculos urinários em bexiga, ureter e/ou rim.

 

O procedimento é realizado, via um aparelho chamado ureteroscopio que pode ser semirrígido ou flexível. A fonte de energia para fragmentação do cálculo é o laser. O procedimento é realizado sob anestesia e sem cortes. O período de internação, geralmente, é menor que 1 dia desde que não esteja associado a infecção urinária e/ou insuficiência renal.

Litotripsia intra corpórea para remoção de cálculos urinários em bexiga, ureter e/ou rim.

 

O procedimento é realizado, via um aparelho chamado ureteroscopio que pode ser semirrígido ou flexível. A fonte de energia para fragmentação do cálculo é o laser. O procedimento é realizado sob anestesia e sem cortes. O período de internação, geralmente, é menor que 1 dia desde que não esteja associado a infecção urinária e/ou insuficiência renal.

Nefrolitotripsia Percutânea

 

É um procedimento realizado, sob anestesia para tratar cálculos renais maiores que 2 cm  ou pedras muito duras. O acesso ao cálculo dá-se por uma punção com uma agulha especial na região lombar, seguido de dilatações sucessivas ate o suficiente para passar uma cânula e assim introduzir o aparelho conhecido como nefroscópio (conjunto de uma câmera de fibra óptica em miniatura que acopla-se micro pinças). A fonte externa de energia para fragmentar o cálculo é o laser ou ultrassom. O tempo cirúrgico médio é de aproximadamente 1 horas e o paciente fica hospitalizado por volta de 48 hs.

Nefrectomia Videolaparoscopia e Nefrectomia Laparoscópica Robótica

 

São abordagens cirúrgicas geralmente, utilizadas para tratar tumores do rim e adrenal (supra renal). Os procedimentos  são feitos, sob anestesia,  através de várias pequenas incisões em vez de uma única e grande. Para uma nefrectomia laparoscópica, instrumentos longos especiais são inseridos através das incisões ou portais de 1 a 2 cm cada. Desse modo é possível remover parte do rim, preservando sua função ou ate mesmo  todo o rim.  A cirurgia ocorre através de pinças e um laparoscópio (pequena câmera de vídeo inserida na ponta de um instrumental com fibra ótica). Isso permite que o cirurgião veja o interior do abdômen.

 

Geralmente, uma das incisões é ampliada para remover o rim (embora não seja tão longo quanto a incisão para uma nefrectomia padrão).

 

Uma abordagem mais recente é fazer a cirurgia laparoscópica  usando um sistema robótico. O cirurgião senta-se em um painel próximo a mesa de operações e controla os braços robóticos para realizar a operação.  Em mãos experientes, as técnicas são tão eficazes quanto uma nefrectomia radical padrão (aberta), o que   resulta em menor tempo de internação, recuperação mais rápida e menos dor após a cirurgia. A cirurgia videolaparoscopica como a robótica também podem ser usadas para canceres de bexiga e próstata. O fator mais importante no sucesso de qualquer tipo de cirurgia laparoscópica ou robótica é a experiência e a habilidade do cirurgião.

Tratamento Cirúrgico das Incontinências Urinárias

 

São procedimentos realizados, sob anestesia para tratar perdas urinárias involuntárias de etiologia variada, portanto o procedimento deve ser individualizado quanto ao sexo e personalizado quanto a causa. O tratamento cirúrgico pode envolver o uso de tecido homologo (exemplo: fáscia de aponeurose) ou dispositivos artificiais como telas, esfíncteres, aparelhos de neuro modulação sacral e até mesmo toxina botulínica (Botox). O tempo cirúrgico é variado e o período de hospitalização, na média, é de 1 dia.

TOPO

Links Rápidos:
Dr Marco Lipay:

*Doutor em Cirurgia - Urologia - pela Universidade Federal de São Paulo

*Titular em Urologia pela Sociedade Brasileira de Urologia

*Residência Em Urologia pelo Instituto de Urologia e Nefrologia de São José do Rio Preto

*Graduação em Medicina pela Faculdade de Medicina de Catanduva

*Autor do Livro Genética Oncológica Aplicada a Urologia

*Membro Correspondente da Associação Americana de Urologia

Endereços:
Consultório
Rua Cantagalo, 692
Tatuapé, 03319-000
São Paulo - SP - Brasil